Nimona [Resenha]

Se “She-Ra e as Princesas do Poder” tiver o crescimento 
que o quadrinho Nimona teve, a série tá feita.


Nimona é uma história em quadrinho de volume único, criada em 2012 pela Noelle Stevenson. E se acha que já viu ou ouviu esse nome em outro lugar, Noelle Stevenson, é a roteirista na série de quadrinhos Lumberjanes e “showrunner” na atual série animada She-Ra e as Princesas do Poder.

Na história desse quadrinho temos, Nimona, uma metámorfa, ou seja, ela tem o poder de se transformar em qualquer coisa que desejar, seja completamente ou parcialmente. Onde o enredo começa quando Nimona vai até o super-vilão, Ballister Coração Negro, e se convidando para ser a sua ajudando nos crimes. Porém, enquanto Coração Negro segue uma conduta de não matar, Nimona só quer destruir tudo.

A HQ, então, segue com os dois fazendo as suas vilanias sem muita perspectiva, como se estivesse contando o dia-a-dia deles em forma de comédia, de forma bem semelhando com o formato de tinhas. Porém, a cada missão uma história vai tomando forma e o enredo vai se aprofundando. Sem conta, que o quadrinho também foi construído em um universo bem particular, misturando a fantasia medieval com a fantasia de um futuro cientifico.

Os personagens e suas relações vão ganhando mais e mais camadas, principalmente da Nimona com o Ballister, que no começo não passava de uma menina irritante para o vilão, mas que se desenvolveu em um relacionamento pai e filha. Assim como também é retratado um relacionamento complicado entre o Coração Negro e seu ex-melhor amigo, e atual rival, Ouropelvis. (Um relacionamento bem parecido com a da Adora com a Felina, diga-se de passagem.)

Apesar do traço da obra, um traço mais estilizado, não ser um dos meus favoritos, dá para ver claramente uma evolução dos desenhos da Stevenson, o qual no começa tinha linhas mais tremido e era menos detalho, mas que com o decorre foi ganhando mais confiança. Assim como a própria quadrinizarão vai deixando o estilo de tirinha e ganhando uma forma mais dinâmica e singular. Onde também acho que esse traço favorece o expecto da comédia.

No geral Nimona é uma história em quadrinho bem humorada que cresce ao decorrer do enredo, a qual eu recomendo a leitura, principalmente se você curtiu o novo desenho da She-Ra ou as HQs de Lumberjanes, visto que todas as obras têm um estilo narrativo próprio da Noelle Stevenson.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.