The Marvelous Mrs. Maisel - 2º Temporada

Mostrando que o minuto final pode estragar uma temporada inteira, mentira a temporada é incrível.


Esse mês tivemos a estreia da segunda temporada de A Maravilhosa Mrs. Maisel e ela conseguiu melhorar a temporada anterior.

Se você não sabe, Miriam Maisel (Rachel Brosnahan), ou Midge, está começando a sua carreira de comediante, carreira essa que ela descobriu ter talento na temporada passada. Nessa temporada vemos ela no começo, ganhando uma casa de show por vez e revelando esse segredo para um membro da família por vez.

Se na temporada passada o ritmo de comédia as vezes caia em um ou outro episódio, nessa temporada a comédia está mais aviada que nunca. Tudo isso graças a atriz Rachel Brosnahan e ao pai dela na série, Abe (Tony Shalhoub). Ter dado mais espaço ao senhor Weissman, um matemático que enxerga a vida atrás de números, foi o ponto chave para o divertimento e contraste do humor escrachado da Midge.

E novamente dou o destaque a montagem por isso, pois ela não deixou essa dinâmica cair e nem ficar exagerada.

O que também volta com mais peço é discussão de gênero. Se na temporada passada essa discussão era mais colocada ali e aqui, agora Midge encara o machismo dos anos 60 de frente, porém, ainda em forma de comédia e com a mesma formula de destacar essas atitudes como absurdas, que foi estabelecido na temporada passada. Um exemplo é o fato da Miriam não poder falar a palavra “grávida”, porque as pessoas não querem ouvir sobre as parte intimas da mulher.

Outro ponto positivo é a separação da protagonista com o embuste, quero dizer, Joel, onde ele é trocado por um homão da p0#r@, quero dizer, Benjamin. O que é um outro ponto sutil do machismo mostrado na série, visto que o Joel não consegue aceitar uma esposa comediante, enquanto o Benjamin quer uma esposa “esquisita”. (Apesar que usar o termo esquisita não é muito bom nessa situação).

O que me faz pensar na construção da personagem Midge, porque ela é bem durona, mas não daquelas que precisam se masculinizar e serem agressivas, como no caso da gerente dela, para demonstrar força, a força dela está no palco, na forma que ela lida com as situações sem perder feminilidade.

The Marvelous Mrs. Maisel está se tornando uma das séries mais maravilhosas (não foi um trocadilho), com uma protagonista forte e comédia inteligente.

Aí gente que mulher...


Sobre a cena final que falei lá em cima, cuidado SPOILERS adiante.

No finalzinho da série, quase último minuto, a Mrs. Maisel tem uma recaída e vai atrás do Joel, o que um achei um artificio barato para criar intriga para próxima temporada, além de ferrar todo o desenvolvimento dela durante essa temporada. Assim... Só chegou a mostrar um beijo entre eles, então, eu tenho esperanças de que a próxima temporada mostre que eles não fizeram nada além disso.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.