Rio Mumbai [Crítica]

Estreou há duas semana lá no Estação Net Rio


Sinopse: Maria descobre um diário misterioso que conta as aventuras de Nelson pelo tempo com Alberto, seu amigo místico.
 
Crítica por Reinaldo Barros: Uma confusão temporal abala o ceticismo de um jornalista desiludido com a própria vida, levando-o a investigar esse fenômeno atípico que embaralha passado, presente e futuro não só na cabeça, mas também no dia a dia de Nelson (Pedro Sodré).

Tudo começa na adolescência de Nelson quando ele conhece Alberto, um cientista frustrado por não ter conseguido continuar sua pesquisa a respeito da viagem no tempo. No filme darão outros nomes, mas simplificando é isso. O cientista comenta sobre seu projeto e Nelson logo se interessa e permanece assim até a chegada do ceticismo, trazido pelo amadurecimento e desilusões típicas de quem vai envelhecendo. Anos depois, quando fenômenos estranhos começam a acontecer, Nelson decide perseguir as explicações até o outro lado do planeta, num país nada populoso, Índia.


O filme vai te deixando um pouco confuso junto com o protagonista, porém dá para perceber antes do Nelson o que está se passando com ele. Só não vá exigir explicação, mesmo que você seja cético, apenas aceite e engula o fato de um jornalista cético embarcar numa viagem para outro país sem nenhuma informação conclusiva a respeito de uma teoria, que talvez possa explicar o que está acontecendo. Quase toda a trama se desenvolve aqui mesmo no Rio, pouca coisa se passa lá na Índia, as respostas recebidas de um transeunte mais confundem do que esclarecem.

A meu ver o que faltou foi consistência na abordagem do tema e na construção dos personagens Nelson e Alberto. O foco na confusão deixou o filme raso e desinteressante mais ou menos na metade, pois dá a entender que a questão ficaria mais complexa ao unir ciência e religião, o que daria um nó na cabeça do cético. Todavia nem a ciência e nem a religião tiveram um papel razoável, foram meras coadjuvantes quando deveriam ser protagonistas e nortear o filme.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.