Yuru Camp [Review]

Fazendo o mesmo de forma diferente.


Yuru Camp é uma adaptação do mangá de mesmo nome, foi feita pelo estúdio C-Station e foi dirigido por Yoshiaki Kyougoku. A série possui 12 episódios, de 24 minutos cada, e foi exibido entre janeiro de março de 2018.

Um anime que basicamente fala de acampar no inverno. Yuru Camp é um slice of life e segue a vida de duas colegiais, Rin Shima e Nadeshiko Kagamihara. A primeira faz camping já alguns anos, a segunda está começando nessa vida e a história, então, começa quando as duas se encontram ao irem ver o Monte Fuji.

Essa série poderia entrar naquele simples anime do dia-a-dia com meninas fofinhas, mas a construção dos personagens, diálogos, e a sonorização fazem dele especial. As personagens têm vida própria, elas não fazem tudo juntas e não se deixam levar pelo clichê de que fazer as atividades em grupo é mais divertido. Na verdade, ele mostra que é bom acampar sozinho, assim como também é bom acampar em dupla e em grupo. Cada menina tem sua personalidade e não desvia dela para satisfazer o outro ou o público.

Na verdade, o Yuru Camp fez uso de um recurso bem plausível e atual para lidar com essa distância física das personagens, a mensagem de texto. Nesse sentido o anime mostra a tecnologia de forma bem bonita e inclusiva. E os diálogos dentro do celular também retratam a realidade de que nós falamos de forma diferente virtualmente e pessoalmente, por exemplo, a protagonista Rin pessoalmente é bem reservada e série, mas no celular sempre faz alguma piada.


O anime também não cai nos diálogos expositivos (diálogos que explicam alguma coisa), as explicações sobre acampamento são espaçadas e dadas bem mais pela imagem do que com alguém falando como se faz. Sem contar que os diálogos que isso ocorre não são jogados e fazem parte da conversa.

Em Yuru Camp é tudo bem natural, o crescimento da amizade entre elas é aos poucos, sem aquele: seremos amigas por causa do destino. Os próprios pensamentos que elas têm consigo mesma, não necessariamente vão virar diálogos ou são grandes reflexões. São coisas como: “Nossa, quantos anos será que a irmã dela tem?”, algo que você pensa, mas não necessariamente vai perguntar ou descobrir.

A animação, em certos episódios dá uma caída, mas nada drástico, no geral ela é bem-feitinha. Na verdade, Yuru Camp, como um anime de camping, mostra muitas paisagens e eu suspeito que elas são pintadas a mão, porque elas dão beleza e textura a obra. Sem contar a sonorização que buscou um tema mais medieval (?), usando mais instrumento de cordas e sopro, que fez tudo ser relaxante, remetente a natureza e ao interior.

Para ser franca, eu já quero assistir ele de novo. Espero que o anime tenha segunda temporada, ele fez bastante sucesso na temporada passada, então, há possibilidades. Yuru Camp está totalmente disponível no Crunchyroll.

Se shippo? Claro que shippo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.