Primeiras Impressões de GeGeGe no Kitaro (2018)

Deixa eu tentar deixar o blog mais atualizado em relação aos animes.


GeGeGe no Kitaro é originalmente um mangá de 1965, escrito por Shigeru Mizuki, e já foi adaptado como série para TV sete vezes. Essa última adaptação está sendo feita pelo estúdio Toei Animation (mesma de Kyousogiga e Dragon Ball) e dirigido por Kouji Ogawa.

A história é baseada nas lendas/mitologias dos youkais (demônios) e espíritos japoneses. Onde Kitaro, o protagonista, é um herói que ajuda os humanos com incidentes espirituais derrotando os domínios que os atormentam. Os episódios já lançados se mostraram com uma pegada de história infantil e levemente de terror (para o público infantil eu acho que ele deva ser mais assustador).

Um dos principais motivos de eu ter começado a assistir esse anime foi o número de adaptações que ele ganhou, que mostra ser uma história do gosto popular, e por ser tratar do folclore japonês, o qual eu tenho bastante curiosidade. Com esses três episódios eu consigo entender o porquê de ser uma história tão recontada, porque são personagens que estão no imaginário popular, acredito eu. 

Kitaro é um anime episódico, onde em cada episódio ele vai nos apresentar um vilão, um youkai, diferente a ser derrotado. Ele tem uma animação, uma produção, bem-feita, bem cuidada, posso dizer assim, e uma dublagem excelente. Eu não costumo reparar nas vozes, mas em Kitaro, dá para sentir uma preocupação dos atores ao fazerem esses personagens. (Sem contar que tem a Masako Nozawa, dubladora do Goku, e é bem divertido escuta-la.)

Acho que esse seria um ótimo anime para ser dublado no brasil e ser apresentado para o público mais jovem. Mas como ele está sendo trazido pelo crunchyroll acho que vai ser difícil isso acontecer. Eu devo continuar assistindo GeGeGe no Kitaro de forma descompromissada.

Quem olha até acha que é sério

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.