HearthStone [Review]

O ano do corvo chegou e porque não fazer uma review sobre esse jogo?


HearthStone é um jogo online de cartas produzido pela Blizzard Entertainment e teve seu lançamento dia 11 de março de 2014. Ele está disponível para PC, iOS e Android, gratuito em todas as plataformas.

Primeiramente HearthStone tinha o subtítulo “Heroes of WarCraft”, pois a proposta dele era transformar o mundo de World of WarCraft (um mmorpg também da Blizzard) em um jogo de cartas, com os monstros no tabuleiro matando uns aos outros. Bem parecido com Yu Gi Oh e Magic, só que totalmente virtual.

Para um game de cartas, a jogabilidade é simples: fazer a vida do seu adversário chegar a zero.

Você monta o seu deck e desafia uma pessoa, escolhida aleatoriamente pelo rng (gerador de números aleatórios). Atualmente HearthStone possui 5 modos que o jogador pode escolher.

O primeiro é o modo padrão, onde o número de cartas escolhidas para montar o deck é limitado as cartas mais recentes lançadas, para dar mais oportunidade aos iniciantes. O segundo é o modo livre, o qual é permitido montar um baralho com todas as cartas de todas as expansões desde do seu lançamento.

O terceiro é o modo aventura, onde você enfrente o computador em alguma história criada pelo jogo, sendo que as histórias podem ter mecanismos diferentes conforme cada chefe que você enfrente. Por exemplo, um chefe dessa aventura pode ter o poder de comprar cartas extras.

O quarto é o modo arena (que eu recomendo para os iniciantes), aqui você tem que pagar 15 reais, ou 150 de gold (moeda do HearthStone), para entrar e o jogo te dá um número seleto de cartas para você montar o seu deck aleatoriamente. Nesse modo você só pode perder 3 vezes com um mesmo deck, e depois de três derrotas você terá que pagar de novo para entrar. Porém se você ganhar muitas vezes você ganha mais recompensas que iram fortalecer o seu jogo fora da arena. Lembrando que nesse modo você enfrente uma pessoa, não o computador.

E o último, mas não menos importante, HearthStone tem uma taverna, que abre de quarta a domingo. Nesse modo o jogo vai te oferecer uma mecânica diferente por semana, pode ser que todas as suas cartas custam “1”, ou que o jogo te dá um herói aleatório, ou que você tenha que unir forças com outro jogador etc. Nesse modo você também enfrente uma pessoa aleatória, ao invés da máquina.


O jogo também possui 9 classes: guerreiro, druida, shaman, paladino, bruxo, mago, sacerdote, caçador e ladino. Cada classe tem um “poder heroico” diferente, por exemplo: o sacerdote tem o poder de curar a vida dos seus lacaios (os monstrinhos que ficam no tabuleiro) ou dele próprio. Sendo assim, cada classe tem sua própria estratégia, por exemplo: pode ser bom para um sacerdote escolher lacaios com muita vida, porque ele pode cura-los e mantê-los por mais tempo no campo.

Talvez no começo o jogo seja confuso, com várias mecânicas e com cartas que fazem coisas diferentes, mas isso você se acostuma e “pega o jeito”. Na verdade, diferente de quando eu comecei a jogar, se você baixar o jogo agora, e criar uma conta, você passará por um tutorial bem completo. Além do jogo de obrigar a batalhar contra o computador primeiro para liberar as cartas essências.

Ele é um jogo que dá para ser jogado casualmente, principalmente se você optar pela taverna e a arena que não te pedem boas cartas para fazer um bom deck. Como se adquiri novas cartas? Comprando pacotes, ou com dinheiro físico ou com dinheiro do jogo. Como se adquiri dinheiro no jogo? Fazendo as “missões” que ele te dá diariamente. São missões como: “Mate 30 lacaios”, “Vença 5 jogos” etc. Além de que, em a cada três jogos vencidos você ganha 10 de gold. Pode-se comprar uma carta específica? Sim, mas não com gold ou dinheiro, mas “pó” (isso mesmo). Quando você comprar um pacote pode vir cartas repetidas e essas cartas repetidas viram “pó” que você usa depois para “comprar” uma carta que você precisa. Tem limite de cartas? Sim, você só pode usar no seu deck o máximo de duas cartas iguais e um máximo total de 30 cartas. Há cartas especiais? As cartas são divididas em 4 categorias, comum, rara, épica e lendária. Onde o seu poder é proporcional respectivamente. Quando sai carta nova? A cada três meses uma expansão é lançada, com centenas de cartas novas. Em abril, agora, acabou de sair a expansão Bosque das Bruxas.

Mas ele tem uma história? Como ele seguiu e ainda segue o universo de WoW, ele conta as histórias desse universo, mas de uma forma mais zoeira. Acho que esse é o ponto forte de HearthStone, ele é um jogo zoeiro, as próprias dublagens dos heróis e lacais são sempre com um tom cômico. Novamente, a dublagem da Blizzard é maravilhosa e adaptada para o português brasileiro. Eu espero que agora que eles tiraram o prefixo do “Heroes of Warcraft” eles comecem a expandir para outros jogas da Blizzard, como Overwatch e Starcraft.

Felizmente, ou infelizmente, no jogo você não tem como se comunicar com quem você está jogando. Ou seja, a toxicidade é quase nula. O que HearthStone te dá são falas pré-prontas como: “Oi”, “Bem Jogado”, etc e as vezes você acha alguém que fica spamando esse “emojis”, mas você pode muta-lo a qualquer momento.

As partidas duram em média 8 minutos, um tempo razoável para jogos casuais. Se você quiser se aprofundar, a comunidade dele é, também, razoável. Na twitch (site de lives para gameplay) HearthStone está sempre pelo top 5 dos jogos mais jogados no momento. Além de ter espaço para se profissionalizar, visto que já há anualmente campeonatos. (Na verdade, mês passado começou a copa américa.)

É um jogo, acima de tudo, de estratégia e sorte, como qualquer jogo de carta. Se faz o seu estilo, eu sugiro a olhada. Por fim, deixo um jaba da minha conta na twitch que eu faço as vezes lives de HearthStone.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.